sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Categoria delibera lutar contra flexibilização da Licença-prêmio

Vários servidores atenderam ao chamado do sindicato para assembleia extraordinária para deliberar sobre o projeto de Lei Complementar 470/2018 que flexibiliza a concessão da Licença-prêmio (Licença-especial). A maioria dos servidores decidiu por lutar para que o projeto seja retirado de pauta. Os trabalhadores entendem que qualquer alteração na lei que mexa em direitos estabelecidos seja amplamente discutida com a categoria de forma democrática.

Diferente do que os vereadores fazem entender o projeto não é um avanço, pelo contrário, é um retrocesso e na prática significa o fim da licença-prêmio de três meses. Por isso, o sindicato convoca todos os servidores para comparecer na sessão ordinária da Câmara Municipal de Sarandi, na próxima segunda-feira, 26 de fevereiro, às 17h30, para impedir a aprovação do projeto em segunda discussão.

O sindicato também vai encaminhar ofício, hoje (sexta-feira, 23 de fevereiro), ao prefeito Walter Volpato (PSDB) e a Câmara Municipal de Maringá pedindo a retirada de pauta do projeto do Legislativo.